Brinquedão

novembro 8, 2009 at 4:04 pm 10 comentários

O fato de eu não ser de São Paulo fez da minha infância mais feliz ainda quando os passeios do colégio se transformavam em “excursão”. Aquele monte de criança alucinada no bus “viajando” até chegar no Museu do Ipiranga, Pinacoteca, Zoológico era… alucinante!

Mas, melhor mesmo, era quando o passeio envolvia um pouco mais de diversão (no ponto de vista de uma criança, claro). Essa parte era por conta da família, que tinha a maior paciência do mundo (ou não) pra levar pro Playcenter, The Waves e o extraordinário Parque da Mônica.

Maurício de Souza foi uma grande motivação pra eu aprender a ler (o que aconteceu precocemente aos 4 anos e depois mais nada precoce aconteceu até hoje, 20 anos depois hahaha mas ok!). Foi quando eu estava na mesma página do gibi por alguns minutos que minha mãe descobriu que eu sabia ler antes do esperado. As aulas de escolinha com a irmã mais velha e as vizinhas eram mais eficazes do que ela imaginava…

Daí, chegar perto do universo da Mônica, Magali e toda a turminha foi como estar dentro do gibi, né? Então era só motivo para alegria!

De todas as opções, minha preferida era o brinquedão! Ahhhhh, o brinquedão! Aquilo, sim, era um universo paralelo pra mim! Hahaha… Pra quem tem essa lembrança, sabe bem do que eu estou falando. O brinquedão envolvia obstáculos, paredes diferentes, tudo colorido e desafiador. Quem nunca boicotou e ficou parado na metade, só pra aproveitar mais um tempo? Eu fiz isso todas as vezes possíveis.

Aí acabo de ver que a arquiteta francesa Nathalie Wolberg atualizou meu sonho de viver num brinquedão prontofalei e desenvolveu ISTO como seu ambiente de trabalho, a Maison NW:

nwolberg

nwolberg (2)

nwolberg (1)

nwolberg (5)

nwolberg (3)

nwolberg (4)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deve ser chato acordar todo dia e ter que trabalhar aí, heim?! Ainda mais porque o espaço tem 3 andares e é tratado como um laboratório para testar como novos ambientes podem funcionar no dia a dia. Além disso, há oficinas de 9 artistas que trabalham com ela.

Enfim, chato.

Chato, nada! Nathalie, não sei se te peço um emprego de arquiteta que eu não sou ou se agradeço pela memória do brinquedão que eu nunca mais terei altura para entrar. Isso, sim, é muito chato!

Anúncios

Entry filed under: jucasemiro.

Chique é ser mal humorado Big ideas are small

10 Comentários Add your own

  • 1. Cá Dias  |  novembro 9, 2009 às 1:07 pm

    Júúú, acho que até já comentei isso aqui com vc, ñ lembro em que POST que foi, mas lembro que eu comentei, de qql forma, tenho uma ótima notícia pra vc…tchan nã nã, o brinquedão aceita adultos!! Eu fui há dois anos levar o meu sobrinho para conhecer o parque da mônica e ele ficou enlouquecido qd descobriu que a Tia Anna poderia entrar com ele no Brinquedão…xoxoxoxo

    Resposta
    • 2. jcasemiro  |  novembro 9, 2009 às 2:30 pm

      Meu Deusssssss
      Essa notícia muda muita coisa hahahaha!!!

      Resposta
      • 3. Carol Dias  |  novembro 9, 2009 às 3:41 pm

        Hahahaha, da próxima vez que eu for (levar meu sobrinhos, hahaha) te convido, ok??

      • 4. jcasemiro  |  novembro 9, 2009 às 3:56 pm

        oba!!! to dentro!!!

  • 5. Cla  |  novembro 9, 2009 às 1:08 pm

    Adorava ir no parque da Monica!! E o brinquedão, siiiim, era o melhor!! ahaha Boas memórias..
    E eu adoro pessoas com imaginação e poder de criação! Eu queria trabalhar ai nesse lugar… =)

    Resposta
    • 6. jcasemiro  |  novembro 9, 2009 às 2:30 pm

      eu também!!!!
      eu também!!!!

      Resposta
  • 7. ingrid  |  novembro 9, 2009 às 1:42 pm

    nossa, aquela rede e tudo, ne???

    Resposta
    • 8. jcasemiro  |  novembro 9, 2009 às 2:30 pm

      é mesmo!!
      me imaginei lá o fim de semana inteiro hahaha

      Resposta
  • 9. Najla  |  novembro 11, 2009 às 1:41 am

    Me perdi no brinquedão…Foi um trauma! Fiquei horas (devem ter sido dois minutos mas na epoca REALMENTE pareceu horas dentro daquele labirinto!!) Chorei como se nunca mais fosse voltar para casa, e a “tia do brinquedão” teve que me resgatar…Hahaha MANHOSAAAA EUUUU…NÃOOOO QUASE NADA!
    Bjsss

    Resposta
    • 10. jcasemiro  |  novembro 11, 2009 às 2:24 pm

      eu consegui visualizar a cena! hahahaha
      obrigada pelo momento =) bjoooo

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Oi, tudo bem?

Ju Casemiro. Publicitária. Curiosa. Preguiçosa. Dramática. E com algumas qualidades também! =)


%d blogueiros gostam disto: